FESTIVAL DE GARÇA

Nelson Koshe Ichisato trouxe as primeiras mudas de cerejeiras para Garça em 1979.


Durante muitos anos ele visitou a florada das cerejeiras em Campos do Jordão. Além do encantamento durante as visitas, "Seo" Nelson decidiu plantar um bosque de cerejeiras na cidade para que seus pais não precisassem viajar ao Japão para "matar a saudade" das flores. Ao relatar sua idéia, poucos acreditaram que o plantio destas árvores originárias do oriente poderia dar certo.

 

Na primeira vez, 110 mudas foram plantadas e, para sua tristeza, choveu muito neste período e várias mudas não vingaram.


Mas ele não desistiu. No ano seguinte novo plantio e, de lá para cá, elas se transformaram no mais belo parque de cores que floresce todo ano, com tons que vão do branco ao rosa, encantando os garcenses e os turistas que vistam a festa anualmente.


O Cerejeiras Festival é hoje um dos eventos temáticos mais reconhecidos no país, integrando os calendários turísticos do estado de São Paulo e do Brasil.


Com cerca de 660 árvores, em sua maioria da espécie Okinawa, a festa ressalta a florada do bosque das cerejeiras, às margens do Lago Artificial J. K. Williams.


Se estivesse vivo, o "pai das cerejeiras" completaria 100 anos em 2020. "Seo Nelson" faleceu no ano passado, às vésperas de mais uma celebração do bosque que ele idealizou e traz muitos momentos felizes às pessoas todos os anos.


VIVA "SEO" NELSON ICHISATO!